domingo, 16 de maio de 2010

UM SELO, UMA ENCANTADORA MULHER...

Hoje fui presenteada! A minha Colcha de  Retalhos está mais colorida com a visita de uma linda Flor, O Passar dos Dias. Ela me trouxe um presente delicado e lindo, um Selo, o meu segundo, que agradeço e recebo com carinho. Renata minha linda Flor, obrigada pelo seu mimo! E, para você fica minha declaração de amor que faço através de um lindo Poema, dele é claro, mas que passa a idéia de como eu a percebo, não frágil, sim delicada, não escondida, mas sempre encarando os imprevistos que a vida manda ver com extrema sabedoria e valentia de dar inveja bonita... E após enfrentá-los, deixam de serem assustadores, passam a fazer parte de um aprendizado, onde você fica mais completa, resolvida passando através de palavras uma leitura não de rancor, mágoa, culpados, mas de como lidar com a vida. E com o ‘passar dos dias’, meus dias estão sendo mais suaves, mais intensos, mais serenos, meus ombros não estão mais tão pesados, porque com o ‘passar dos dias’, meu interior, minha alma se sente mais leve, melhor resolvida com mais disposição para enfrentar cada dia! Para você Renata vitoriosa sim, mas com humildade e paz:


Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…
E que esse momento será inesquecível…
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento…e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obtenha êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas…
Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, Sem ter de me preocupar com terceiros… Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe que vale a pena se doar às amizades a as pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena.
Mário Quintana


Com amor e carinho,
Sílvia


6 comentários:

Prisca disse...

Muito lindo... Parabéns pelo sério...e ela merece esse poema...

Com amor,

Pri

Tânia regina Contreiras disse...

Seu perfil ale um post, gostei de lê-lo. Leio sempre os perfis dos blogueiros que me chegam ou aos quais chego e vejo o quanto é rico falarmnos de quam somos. A forma que "nos dizemos" já revela tanto de nós, não é?

Do post, digo que me identifico muito com muito do que você diz.

Estou por aqui. Para me seguir (como você me perguntou), é só ir lá na Casa da Imaginação, clicar no "SEGUIR" acima das imagens.

Obrigada, querida, pela visita.

Beijos,
Tania

A.S. disse...

Gostei de te ler... senti emoção e muita sensibilidade!

Um beijo...
AL

Renata Bezerra disse...

Noooossa, Sil, que lindo, estou sem palavras!!! Muito obrigada pelo carinho... Sim, tu conseguiste me descrever. Teus olhos e tua alma sensíveis me enxergam claramente, através de minhas palavras.

Fico muitíssimo feliz.
Um grande abraço, minha amiga.

Bípede Falante disse...

Que delicada e doce homenagem a Renata! Muito bonita e merecida :)

cirandeira disse...

Oi Sil, adorei o poema que deixaste lá no blog. Acho perfeito aquele poema de Camões. E vc é muito amável, muito generosa. Foi bem merecida a homenagem que recebeu!

Um abraço carinhoso